Lula: operação deveria se chamar boca de urna

Em entrevista à Rádio Povo do Ceará, o ex-presidente Lula comentou a prisão do ex-ministro Guido Mantega, nesta quinta-feira 22, enquanto acompanhava a esposa em uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; "Parece até que se chama operação boca de urna. Está chegando perto das eleições, eles vêm para cima do PT", comentou Lula; "As pessoas poderiam tratar o Guido como ele deveria ser tratado", acrescentou

Em entrevista à Rádio Povo do Ceará, o ex-presidente Lula comentou a prisão do ex-ministro Guido Mantega, nesta quinta-feira 22, enquanto acompanhava a esposa em uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; "Parece até que se chama operação boca de urna. Está chegando perto das eleições, eles vêm para cima do PT", comentou Lula; "As pessoas poderiam tratar o Guido como ele deveria ser tratado", acrescentou
Em entrevista à Rádio Povo do Ceará, o ex-presidente Lula comentou a prisão do ex-ministro Guido Mantega, nesta quinta-feira 22, enquanto acompanhava a esposa em uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo; "Parece até que se chama operação boca de urna. Está chegando perto das eleições, eles vêm para cima do PT", comentou Lula; "As pessoas poderiam tratar o Guido como ele deveria ser tratado", acrescentou (Foto: Felipe L. Goncalves)

247 - Em entrevista à Rádio Povo do Ceará, na manhã desta quinta-feira 22, o ex-presidente Lula comentou a prisão do ex-ministro Guido Mantega, na 34ª fase da Operação Lava Jato, enquanto acompanhava a esposa em uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

"Parece até que se chama operação boca de urna. Está chegando perto das eleições, eles vêm para cima do PT", comentou Lula, denunciando perseguição contra o partido, como fez o presidente da legenda, Rui Falcão. "As pessoas poderiam tratar o Guido como ele deveria ser tratado", acrescentou Lula.

Mantega foi ministro da Fazenda entre 2006 e 2014, nos governos Lula e Dilma. Ele também foi presidente do Conselho de Administração da Petrobras. Na Lava Jato, é acusado de ter pedido R$ 5 milhões ao empresário Eike Batista para o PT. O dinheiro teria ido para Monica Moura, esposa do marqueteiro João Santana. O depoimento de Eike levou Mantega à prisão temporária.

Assista abaixo à íntegra da entrevista de Lula:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247