Lula para MTST: “A luta de vocês valeu a pena”

Ex-presidente, que participou neste sábado da inauguração de um conjunto habitacional realizado pelo programa Minha Casa Minha Vida em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, disse que a presidente Dilma deve melhorar a qualidade do programa; "Quando eu entro nessa casa de 63m² e lembro que é o dobro da casa que morei com 4 filhos, eu penso: a luta de vocês valeu a pena", disse

Ex-presidente, que participou neste sábado da inauguração de um conjunto habitacional realizado pelo programa Minha Casa Minha Vida em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, disse que a presidente Dilma deve melhorar a qualidade do programa; "Quando eu entro nessa casa de 63m² e lembro que é o dobro da casa que morei com 4 filhos, eu penso: a luta de vocês valeu a pena", disse
Ex-presidente, que participou neste sábado da inauguração de um conjunto habitacional realizado pelo programa Minha Casa Minha Vida em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto, disse que a presidente Dilma deve melhorar a qualidade do programa; "Quando eu entro nessa casa de 63m² e lembro que é o dobro da casa que morei com 4 filhos, eu penso: a luta de vocês valeu a pena", disse (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-presidente Lula participou neste sábado 20 da inauguração de um conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida, realizado em parceria com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). "Quando eu entro nessa casa de 63m² e lembro que é o dobro da casa que morei com 4 filhos, eu penso: a luta de vocês valeu a pena", discursou o petista em Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

Ele disse que a presidente Dilma Rousseff deve melhorar a qualidade do programa habitacional do governo e que dirá a ela para que participe da próxima inauguração do movimento. O petista lembrou o processo de concepção do Minha Casa, Minha Vida e como foi difícil convencer os empresários, a Caixa Econômica Federal e o próprio governo da possibilidade de fazer um milhão de moradias.

Segundo Guilherme Boulos, coordenador nacional do MTST, a boa experiência do empreendimento inaugurado hoje é prova de que a parceria do governo através da categoria Entidades do programa Minha Casa, Minha Vida com os movimentos sociais está dando certo. Segundo Boulos, a prestação máxima que será paga pelos moradores é de R$ 80.

Lula visitou apartamentos acompanhado de Boulos. O empreendimento tem 192 unidades divididas em blocos de 7 a 8 pavimentos. O local tem ainda salão de festas e playground. O investimento total do governo federal foi de 20 milhões. Abaixo, reportagem da Agência Brasil sobre o evento:

Movimento Sem Teto entrega 192 apartamentos do Minha Casa, Minha Vida

Fernanda Cruz - O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) entregou hoje (20) os apartamentos da primeira etapa do Condomínio João Cândido, na cidade de Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo. O projeto faz parte do Programa Minha, Casa Minha Vida – Entidades, do governo federal, e do Programa Casa Paulista, do governo estadual. Nesta fase, foram entregues 192 apartamentos.

O coordenador nacional do MTST, Guilherme Boulos, defendeu que imóveis produzidos sob a supervisão do movimento, geralmente, são construídos com mais qualidade que os feitos por empreiteiras – a modalidade mais comum do Minha Casa, Minhas Vida.

"Não tenho dúvidas de que quando fazemos algo com dignidade, as pessoas valorizam. Muita gente diz por aí que, no Minha Casa, Minha Vida, a turma ganha o apartamento e vende. Quando você joga o cara num lugar longe, com o apartamento numa caixinha de fósforo, que não cabe nem uma cama no quarto, é difícil reclamar que ele vá vender. Agora, vamos voltar aqui daqui a cinco anos e ver se alguém terá vendido. Tenho certeza de que nós vamos encontrar essas mesmas pessoas aqui, morando nesses apartamentos", disse.

Os apartamentos entregues hoje têm dois e três quartos, medindo entre 54 metros quadrados (m2) e 63 m². A obra foi dividida em cinco etapas e o conjunto todo terá 1,1 mil unidades. Mais de 900 apartamentos ainda estão em construção em mais quatro conjunto de prédios, o João Cândido B e os Chico Mendes A, B e C. Os mutuários contemplados são moradores de Taboão da Serra, Itapecerica da Serra e da zona sul de São Paulo.

O secretário estadual de Habitação, Marcos Penido, destacou o apoio do estado para a realização do projeto. "Voltamos a ter esperança de que não vamos combater apenas a ala marginal do déficit habitacional, mas vamos acabar todo o déficit habitacional, como ter de ser combatido", declarou.

Leila Cristina, dona de casa de 37 anos, recebeu suas chaves hoje. Ela, o marido e os quatro filhos estão ansiosos pela transformação que terão em suas vidas. "Nossa mudança já está pronta, agora é só pegar tudo e mudar", disse ela. Leila conta que, com a entrega de seu apartamento, poderá deixar o acampamento do MTST onde vive, na região do Campo Limpo, na zona sul da capital paulista.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247