Lula: reitor foi vítima de sensacionalismo e destruição de reputações

Ex-presidente divulga nota em solidariedade à família do reitor Luiz Carlos Cancellier, que se suicidou nesta segunda-feira 2, e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina; "É um momento muito triste para o país, a perda de um professor dedicado à causa do conhecimento e da universidade pública que foi exposto sem nenhum motivo justificável, apenas para a sanha das manchetes sensacionalistas e a sede da destruição de reputações", lamenta Lula; o corpo de Cancellier foi velado nesta manhã na reitoria da instituição, onde estava proibido de entrar por ser alvo da Operação Ouvidos Moucos, que investigada irregularidades que aconteceram na gestão anterior à sua; ele chegou a ser preso e relatou "humilhação" dias antes de se matar

Ex-presidente divulga nota em solidariedade à família do reitor Luiz Carlos Cancellier, que se suicidou nesta segunda-feira 2, e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina; "É um momento muito triste para o país, a perda de um professor dedicado à causa do conhecimento e da universidade pública que foi exposto sem nenhum motivo justificável, apenas para a sanha das manchetes sensacionalistas e a sede da destruição de reputações", lamenta Lula; o corpo de Cancellier foi velado nesta manhã na reitoria da instituição, onde estava proibido de entrar por ser alvo da Operação Ouvidos Moucos, que investigada irregularidades que aconteceram na gestão anterior à sua; ele chegou a ser preso e relatou "humilhação" dias antes de se matar
Ex-presidente divulga nota em solidariedade à família do reitor Luiz Carlos Cancellier, que se suicidou nesta segunda-feira 2, e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina; "É um momento muito triste para o país, a perda de um professor dedicado à causa do conhecimento e da universidade pública que foi exposto sem nenhum motivo justificável, apenas para a sanha das manchetes sensacionalistas e a sede da destruição de reputações", lamenta Lula; o corpo de Cancellier foi velado nesta manhã na reitoria da instituição, onde estava proibido de entrar por ser alvo da Operação Ouvidos Moucos, que investigada irregularidades que aconteceram na gestão anterior à sua; ele chegou a ser preso e relatou "humilhação" dias antes de se matar (Foto: Gisele Federicce)

247 - Diante do silêncio da classe política e do governo federal, que neste momento compra deputados para se livrar de uma denúncia de corrupção, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou uma nota em solidariedade à família do reitor Luiz Carlos Cancellier, que se suicidou nesta segunda-feira 2, e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina.

Para Lula, o reitor foi vítima das "manchetes sensacionalistas" e da "sede da destruição de reputações". O corpo de Cancellier foi velado nesta manhã na reitoria da instituição, onde estava proibido de entrar por ser alvo da Operação Ouvidos Moucos, que investigada irregularidades que aconteceram na gestão anterior à sua. Ele chegou a ser preso e relatou "humilhação" dias antes de se matar.

Confira a nota:

Nota de pesar

Minha solidariedade, nesse momento de dor, à família do magnífico reitor Luiz Carlos Cancellier e a toda a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Santa Catarina. É um momento muito triste para o país, a perda de um professor dedicado à causa do conhecimento e da universidade pública que foi exposto sem nenhum motivo justificável, apenas para a sanha das manchetes sensacionalistas e a sede da destruição de reputações. Cancellier deveria ter retornado em vida para exercer suas atividades na universidade da qual era reitor e da qual foi afastado em medida que desrespeitou a autonomia universitária, e que não deveria ter lugar no estado democrático. Muita força aos parentes, amigos, alunos e admiradores de Cancellier, que suas lembranças e ensinamentos sigam com todos que conviveram com ele.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247