Lula: se Bolsonaro estiver infectado, que não seja grave, para que ele responda pelo que está fazendo

Sobre a atuação do governo federal em meio à pandemia, Lula declarou que Bolsonaro “deveria estar sendo um herói nesta questão do coronavírus”, mas que “é um genocida”

Jair Bolsonaro e Lula
Jair Bolsonaro e Lula (Foto: Reprodução | Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula concedeu entrevista à Rádio Difusora de Mossoró nesta sexta-feira (10) e comentou sobre o suposto teste positivo de Jair Bolsonaro para a Covid-19, a atuação do governo federal em meio à pandemia e o respeito das autoridades vigentes com as 70 mil mortes.

Lula comentou que Bolsonaro “agora está infectado” e que espera “que não seja grave e viva para que responda pelo que está fazendo com a sociedade”. O ex-presidente acrescentou acreditar que Bolsonaro “é um genocida”, principalmente quando questionado sobre as dezenas de milhares de mortes provocadas pela Covid-19 e respondendo “e daí? ”, por exemplo.  

“Ele deveria estar sendo um herói nesta questão do coronavírus, tratando com respeito e com medo o vírus. Ele agora está contaminado. Eu espero que não seja grave e que ele viva, para que responda pelo que está fazendo com a sociedade”, declarou o ex-presidente Lula. “Eu acho que de vez em quando ele é um genocida. Quando alguém pergunta para ele ‘morreram 30 mil’ ele [responde] ‘e daí’. Agora não são mais 30 mil, já são quase 70 mil. Essas pessoas que morreram têm filhos, tem pai, tem mãe, tem mulher”, concluiu.  

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email