Lula: 'se o apartamento for meu, Moro pode doar para o MTST'

Em discurso para a população sem teto em São Bernardo do Campo, o ex-presidente Lula orientou o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) a solicitar ao juiz federal Sérgio Moro os imóveis que a lava jato atribuem a ele.; "Se o apartamento for meu, Moro pode doar para o MTST"; "Dois apartamentos e uma chácara em Atibaia. O Moro pode doar para o MTST", completou; Lula votou a falar que é alvo de perseguição e que a propiedade do triplex, pela qual foi condenado por Moro, não lhe diz respeito; como resposta ouviu da multidão: "Volta, Lula!, Volta, Lula! Volta, Lula!"

Lula, líder do MTST, Guilherme Boulos e juiz federal Sérgio Moro 2
 
Lula, líder do MTST, Guilherme Boulos e juiz federal Sérgio Moro 2   (Foto: Paulo Emílio)

Do blog do Esmael MoraisEm discurso a sem teto em São Bernardo do Campo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva orientou o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) a solicitar ao juiz Sérgio Moro os imóveis que a lava jato atribuem a ele. “Se o apartamento for meu, Moro pode doar para o MTST”, bradou.

Lula reclamou da condenação que sofreu pela “propriedade” de um tríplex que, segundo ele, não lhe diz respeito. O ex-presidente também mencionou a ação penal que responde acerca de outro apartamento vizinho ao seu, em São Bernardo, e o sítio em Atibaia.

“Dois apartamentos e uma chácara em Atibaia. O Moro pode doar para o MTST”, disse o petista.

Lula declinou aos sem teto os endereços dos imóveis que a lava jato atribui a ele.

O ex-presidente foi hoje à “Ocupação Povo Sem Medo de São Bernardo do Campo” em solidariedade às mais de 8 mil famílias que resistem na luta por moradia.

A palavra de ordem do público foi “Volta, Lula!, Volta, Lula! Volta, Lula!”

Assista ao vídeo:

Ao vivo na TV 247 Youtube 247