Lula vai acusar Moro de cerceamento de defesa

Defesa do ex-presidente Lula irá acusar o juiz Sérgio Moro de cerceamento da defesa, por negado o pedido para que o advogado espanhol Rodrigo Tacla Duran prestasse depoimento como testemunha de defesa de Lula; segundo a coluna Painel, defesa de Lula vai usar o discurso de que, com a decisão, Moro se contradiz; advogados vão dizer que a palavra de um criminoso serve para condenar; já a palavra de um acusado não serve para esclarecer fatos relevantes da Lava Jato

Defesa do ex-presidente Lula irá acusar o juiz Sérgio Moro de cerceamento da defesa, por negado o pedido para que o advogado espanhol Rodrigo Tacla Duran prestasse depoimento como testemunha de defesa de Lula; segundo a coluna Painel, defesa de Lula vai usar o discurso de que, com a decisão, Moro se contradiz; advogados vão dizer que a palavra de um criminoso serve para condenar; já a palavra de um acusado não serve para esclarecer fatos relevantes da Lava Jato
Defesa do ex-presidente Lula irá acusar o juiz Sérgio Moro de cerceamento da defesa, por negado o pedido para que o advogado espanhol Rodrigo Tacla Duran prestasse depoimento como testemunha de defesa de Lula; segundo a coluna Painel, defesa de Lula vai usar o discurso de que, com a decisão, Moro se contradiz; advogados vão dizer que a palavra de um criminoso serve para condenar; já a palavra de um acusado não serve para esclarecer fatos relevantes da Lava Jato (Foto: Aquiles Lins)

247 - A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá acusar o juiz federal Sérgio Moro de cerceamento da defesa, por negado o pedido para que o advogado espanhol Rodrigo Tacla Duran prestasse depoimento como testemunha de defesa de Lula. 

Tacla Duran é ex-advogado da Odebrechtr e acusou o advogado Carlos Zucolotto Junior, amigo e padrinho de casamento de Moro, de tentar interferir junto à força-tarefa da operação Lava Jato para melhorar um acordo de delação premiada (leia mais).

Segundo a coluna Painel, da Folha, a defesa de Lula vai usar o discurso de que, com a decisão, Moro se contradiz. Os advogados vão dizer que a palavra de um criminoso serve para condenar; já a palavra de um acusado não serve para esclarecer fatos relevantes da Lava Jato.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247