Maia tenta aliança com Ciro para rearticular centro-direita

Rodrigo Maia, está conversando com Ciro Gomes para articular uma força de centro-direita que se contraponha à extrema-direita e à esquerda. Ciro fala em aliança com DEM para eleiçoes municipais; o presidente da Câmara chega a acenar com apoio a Ciro em 2022

(Foto: ABr | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (9) que poderá aliar-se a Ciro Gomes para reorganizar a centro-direita no país, que ele qualifica como "centro". Os dois políticos estão conversando e organizando uma força política que se coloque entre a extrema-direita e a esquerda, buscando ocupar um lugar que foi historicamente do PSDB.

“Não tive problema com ele na outra [eleição] e não terei na próxima. Não tenho problema em apoiar um candidato que esteja um pouco mais à esquerda do que eu penso”, acrescentou Maia, sobre Ciro.

O político cearense, que tem se distanciado cada vez mais da esquerda, tem correspondido aos acenos de Maia. Numa entrevista ao El Pais há pouco menos de um mês, Ciro disse: “Desde a eleição do Rodrigo, percebi que precisava acertar o passo com eles [do DEM], em que deixe nossas diferenças de lado e vamos ao que nos é comum". 

As conversas entre Maia e Ciro não se limitam a acenos em declaraçõs à imprensa, segundo Ciro: “Agora, recentemente, sentamos e abrimos uma conversa sobre eleições municipais. Muito boa conversa, de profissional.”

Maia falou num evento do jornal O Globo. Ele procurou distanciar-se de Bolsonaro e avaliou assim a crise do PSL: "Todo mundo nu e se matando".

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247