Maioria do corte de 21 mil cargos feito por Bolsonaro se concentra na educação

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que extingue 21 mil cargos e funções gratificadas na administração federal atinge especialmente as universidades públicas federais. Do total de vagas que serão extintas até 31 de julho deste ano, 13,7 mil estão ligadas às instituições de ensino; número corresponde a 65% dos postos que serão eliminados; para as entidades ligadas ao setor, a medida é um ataque às universidades e faz parte de um projeto para promover o desmonte do estado

Maioria do corte de 21 mil cargos feito por Bolsonaro se concentra na educação
Maioria do corte de 21 mil cargos feito por Bolsonaro se concentra na educação (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

247- O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que extingue 21 mil cargos e funções gratificadas na administração federal atinge especialmente as universidades públicas federais. Do total de vagas que serão extintas até 31 de julho deste ano, 13,7 mil estão ligadas às instituições de ensino. O número corresponde a 65% dos postos que serão eliminados. Para as entidades ligadas ao setor, a medida é um ataque às universidades e faz parte de um projeto para promover o desmonte do estado.

Ao divulgar o detalhamento sobre os cortes, na última quarta-feira (13), o governo não informou quais áreas seriam as mais afetadas pelos cortes. Pelo decreto, serão extintas imediatamente 2.449 vagas em instituições de ensino que atualmente estão em aberto. Outros 11.261 cargos, que atualmente estão ocupados, deixarão de existir até o final de julho e seus ocupantes serão dispensados ou exonerados.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o diretor da Associação nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes), Antonio Gonçalves, afirmou que a extinção dos cargos deverá desestimular os professores, que já trabalham com salários defasados, e "explicita a política educacional do governo, que é de ataque às instituições de ensino superior. Estão colocando esse plano em curso".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247