Mais de 10 mil em Curitiba e milhares em todo o país pelo Lula Livre

Hoje completa um ano de prisão do ex-presidente Lula e o domingo foi marcado por atos e marchas no Brasil e em vários países do mundo em solidariedade e em protesto contra a ilegalidade de sua prisão; o principal ato acontece em Curitiba, no Paraná, onde mais de 10 mil ocupam as ruas que cercam a Superintendência da Polícia Federal, onde Lula se encontra aprisionado

Mais de 10 mil em Curitiba e milhares em todo o país pelo Lula Livre
Mais de 10 mil em Curitiba e milhares em todo o país pelo Lula Livre

247 - O domingo que completa um ano de prisão do ex-presidente Lula foi marcado por atos e marchas no Brasil e em vários países do mundo em solidariedade e em protesto contra a ilegalidade de sua prisão.

Dezessete capitais brasileiras realizaram manifestações e outras 32 atividades foram organizadas em cidades de 16 países. O atos também lideram assuntos nas redes sociais, sendo um dos mais falados no Twitter.

O principal ato acontece em Curitiba, no Paraná, em frente a Superintendência da Polícia Federal, onde Lula se encontra aprisionado. As restrições impostas contra protestos pela Justiça Estadual do Paraná, proibindo “todo e qualquer ato ostensivo de manifestação (pró ou contra Lula)” nas ruas do bairro onde está a PF, foram suspensos.

Calcula-se que mais de 10 mil pessoas de todos os cantos do Brasil estejam em Curitiba. Empunhando faixas e bandeiras com os dizeres "Lula Livre", apoiadores do ex-presidente também estampam materiais de protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (PSL) e a Reforma da Previdência.

"Nós temos, à frente da Presidência da República, alguém que tem o pior desempenho nos primeiros 100 dias. O pior presidente da história depois da redemocratização, que não tinha condição sequer de ser deputado. Enquanto isso, aprisionaram, sem provas, quem nasceu para a coisa", criticou Fernando Haddad, em referência à pesquisa Datafolha.

"A gente vem a Curitiba pelo Lula e pelo que ele representa para todos nós. O Lula é um símbolo de honestidade, de generosidade. E a gente sabe que o Lula foi o único presidente que olhou para nós, o povo trabalhador", disse a retirante nordestina Edith, que mora em Jundiaí, São Paulo.

Em São Paulo, centenas de pessoas se concentram na Avenida Paulista. Grupos ligados a direita conservadora marcaram ato para o mesmo horário e local, lançando provocações contra os manifestantes. Houve troca de agressões, mas a Polícia Militar disse que não fez nenhuma prisão.

Cerca de cinco mil pessoas estão reunidas na Praça do Ciclista, em São Paulo, em defesa da liberdade do ex-presidente.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247