Mangabeira Unger: governo Bolsonaro tem desprezo pelo Brasil

Filósofo e ex-ministro cita o nazismo para falar da política cultural do governo Bolsonaro. "Goebbels, o ministro de cultura e comunicação de Hitler, disse: 'quando ouço a palavra cultura, eu pego o meu revólver'. É isso o que estão pretendendo agora com o Brasil", diz

Mangabeira Unger diz que PT não ganha sem Ciro
Mangabeira Unger diz que PT não ganha sem Ciro (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Roberto Mangabeira Unger disparou críticas de forma dura contra o governo de Jair Bolsonaro, em entrevista concedida ao jornalista Bruno Molinero, da Folha de S.Paulo, no intervalo de um evento na USP que lhe fazia homenagem.

Mangabeira Unger citou o nazismo para falar da política cultural do governo Bolsonaro: "Goebbels, o ministro de cultura e comunicação de Hitler, disse: 'quando ouço a palavra cultura, eu pego o meu revólver'. É isso o que estão pretendendo agora com o Brasil".

Mais à frente, completou: "Há uma antipatia ao ambiente cultural, à criação artística e ao conhecimento acadêmico. O Roberto Alvim se tornou uma figura agressiva a quaisquer iniciativas que possam parecer progressistas, o que mais parece uma exibição de propaganda pessoal ao eleitorado bolsonarista".

E continuou: "É uma demagogia conservadora que quer mostrar a seguidores fanáticos que há um desprezo profundo pela produção cultural".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email