Manobra pérfida, diz Amorim após a Globo comparar Lula e Bolsonaro

O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim criticou a comparação feita pela Globo, através do Jornal Nacional, entre a política ambiental do ex-presidente Lula e a do governo Jair Bolsonaro. "É uma manobra pérfida, que é comparar Bolsonaro e Lula. Não são parecidos. É algo malicioso. Debate nacional está mal colocado", afirmou

(Foto: Editora 247)

247 - O ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim criticou a comparação feita pela Globo, através do Jornal Nacional, entre a política ambiental do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a do governo Jair Bolsonaro.

"É uma manobra pérfida, que é comparar Bolsonaro e Lula. Não são parecidos. É algo malicioso. Debate nacional está mal colocado", afirmou o ex-chanceler ao site Nocaute

O apresentador William Bonner primeiro comparou a postura de Bolsonaro à do ex-presidente Lula: "Quando a Alemanha e a Noruega anunciaram a suspensão do envio de recursos para a proteção da floresta amazônica, o presidente Jair Bolsonaro repetiu uma postura que o então presidente Lula adotava quando estrangeiros criticavam a política ambiental do Brasil. Os dois presidentes afirmaram que a Europa destruiu todas as suas florestas e que, por isso, não tem moral para dar conselhos sobre a Amazônia".

"Jornal Nacional escolhe como objeto da reportagem a simetria entre falas de presidentes e não a assimetria dos números. É assim que o jornalismo foge de sua responsabilidade", diz agência Sportlight (veja aqui).

Amorim também cobrou a soltura do ex-presidente. "Temos uma chance de reabilitar a justiça brasileira, caso o STF tome a decisão correta. Está em jogo não só o governo Bolsonaro, mas o próprio Estado brasileira, a Justiça está sendo questionada pelos setores mais importantes no mundo. 


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247