Mantega e Coutinho viram réus acusados de fraude em repasses do BNDES

Promotores acusam o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinhoeles de terem autorizado empréstimos supostamente irregulares que ultrapassam R$ 8 bilhões do BNDES para o frigorífico JBS, uma das empresas dos empresários Joesley e Wesley Batista

Mantega e Coutinho viram réus acusados de fraude em repasses do BNDES
Mantega e Coutinho viram réus acusados de fraude em repasses do BNDES (Foto: Wilson Dias/Agencia Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O juiz Marcus Vinicius Bastos, da 12ª Vara Federal em Brasília, recebeu parcialmente denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) e tornou réus, entre outros, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Luciano Coutinho. Promotores acusam eles de terem autorizado empréstimos supostamente irregulares que ultrapassam R$ 8 bilhões do BNDES para o frigorífico JBS, uma das empresas dos empresários Joesley e Wesley Batista. Mais três pessoas viraram réus nesta ação. A decisão é desta quinta-feira (23).

Mantega responderá por formação de quadrilha (a partir de 2013 o crime virou associação criminosa), gestão fraudulenta de instituição financeira, corrupção passiva e práticas contra o sistema financeiro nacional (prevaricação financeira).

Luciano Coutinho responderá por formação de quadrilha, gestão fraudulenta e práticas contra o sistema financeiro.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247