Manuela D'Ávila depõe e entrega celular à PF

Manuela D'Ávila reiterou em depoimento à Polícia Federal que o hacker a procurou contando ter copiado conteúdo de celulares de integrantes da Lava Jato. Diferentemente dos procuradores da Lava Jato, que não entregaram seus celulares para a perícia, Manuela entregou o seu aparelho para que seja periciado e comprove o teor dos diálogos

247 - A ex-deputada Manuela D'Ávila (PCdoB-RS) prestou depoimento à Pólícia Federal nesta quarta-feira (29) sobre o caso de hackeamento de celulares de autoridades.

Além de prestar esclarecimentos sobre o assunto, Manuela entregou seu celular à PF, para que seja submetido à perícia com o objetivo de confirmar o teor dos diálogos que Walter Delgatti Neto, acusado de ser responsável pelas invasões, teve com ela.

Nas redes ela comentou: "Ontem entreguei,voluntariamente, meu celular para a PF. Eu já havia entregue os prints de todas as conversas. Ontem entreguei as informações do telefone p q fique comprovado a veracidade das informações que prestei voluntariamente em meu depoimento. Pq ninguém mais entregou o celular?".

No depoimento, a candidata a vice na chapa de Fernando Haddad à Presidência da República reinterou que o hacker a procurou contando ter copiado conteúdo de celulares de integrantes da Lava Jato e que se limitou a intermediar o contato dele com o jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept.

De acordo com a polícia, o depoimento de Manuela era uma das últimas diligências necessárias para fechar a primeira parte do inquérito da Operação Spoofing.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247