Marcelo Odebrecht é demitido da própria empresa

Herdeiro da Odebrecht e ex-presidente da empresa, Marcelo Odebrecht foi demitido do grupo nesta sexta-feira (20), por meio de um comunicado interno assinado pelo atual presidente da companhia, Ruy Sampaio. Marcelo ainda mantém “os mesmos direitos, deveres e tratamento conferidos aos demais acionistas diretos e indiretos”

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente e herdeiro da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, foi demitido do grupo nesta sexta-feira. Em comunicado interno ao qual a colunista Bela Megale, do O Globo,  teve acesso, o atual presidente da companhia, Ruy Sampaio, afirma que “a partir desta data Marcelo Odebrecht não é mais integrante da Odebrecht S. A. e, portanto, não poderá mais utilizar os serviços de qualquer natureza e a qualquer título prestados por integrantes da Companhia”.

Ainda de acordo com o comunicado, Marcelo terá “os mesmos direitos, deveres e tratamento conferidos aos demais acionistas diretos e indiretos”. Ele já estava afastado de qualquer função executiva desde que foi preso em 2015,

Esta semana a informação de que Marcelo Odebrecht disparou uma série de e-mails com denúncias e críticas contra familiares, incluindo o pai Emílio Odebrecht, e altos executivos do grupo repercutiu na mídia. Nos emails ele, que é delator da Lava Jato, afirma que a atual crise da empresa, que enfrenta uma recuperação judicial, decorre de decisões tomadas pelo cúpula do grupo enquanto encontrava-se preso pela Lava Jato.

Tais mensagens teriam sido a razão da demissão, que agravou o desgaste na relação com o pai, Emílio. Mas, segundo a jornalistas, também houve pressão dos monitores do Ministério Público e do Departamento de Justiça dos EUA (Doj) para que ele fosse afastado para que se concluísse o processo de monitoramento na empresa.

Segundo fontes, além do salário, Marcelo Odebrecht perderá o motorista que o serve, assim como perderá o direito a ter um advogado interno da empresa.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247