Marco Aurélio foi um intelectual brilhante, diz Lula

"Apaixonado pela ideia de integração da América Latina, foi interlocutor assíduo e qualificado das diversas forças democráticas do continente. A credibilidade política e pessoal por ele alcançada permitiu que Marco Aurélio Garcia desempenhasse, em sintonia com o Itamaraty, relevante papel na construção e execução de uma nova política externa, ativa e altiva, soberana e fraterna, com um legado que é reconhecido internacionalmente e hoje faz falta para o Brasil", disse o ex-presidente Lula; veja repercussões sobre sua morte

"Apaixonado pela ideia de integração da América Latina, foi interlocutor assíduo e qualificado das diversas forças democráticas do continente. A credibilidade política e pessoal por ele alcançada permitiu que Marco Aurélio Garcia desempenhasse, em sintonia com o Itamaraty, relevante papel na construção e execução de uma nova política externa, ativa e altiva, soberana e fraterna, com um legado que é reconhecido internacionalmente e hoje faz falta para o Brasil", disse o ex-presidente Lula; veja repercussões sobre sua morte
"Apaixonado pela ideia de integração da América Latina, foi interlocutor assíduo e qualificado das diversas forças democráticas do continente. A credibilidade política e pessoal por ele alcançada permitiu que Marco Aurélio Garcia desempenhasse, em sintonia com o Itamaraty, relevante papel na construção e execução de uma nova política externa, ativa e altiva, soberana e fraterna, com um legado que é reconhecido internacionalmente e hoje faz falta para o Brasil", disse o ex-presidente Lula; veja repercussões sobre sua morte (Foto: Leonardo Attuch)

Do Opera Mundi

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou a morte do ex-assessor presidencial Marco Aurélio Garcia, ocorrida nesta quinta-feira (20/07). Garcia, que trabalhou com Lula e Dilma durante os governos deles, sofreu um infarto.

Veja a repercussão:

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente

Marco Aurélio Garcia foi um intelectual brilhante e um militante incansável, desde a juventude. Fundador e ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, assessor especial da Presidência da República, professor, contribuiu muito para o Brasil com sua capacidade de formulação teórica e, igualmente, pela articulação política que tecia de maneira respeitosa e não sectária.

Apaixonado pela ideia de integração da América Latina, foi interlocutor assíduo e qualificado das diversas forças democráticas do continente. A credibilidade política e pessoal por ele alcançada permitiu que Marco Aurélio Garcia desempenhasse, em sintonia com o Itamaraty, relevante papel na construção e execução de uma nova política externa, ativa e altiva, soberana e fraterna, com um legado que é reconhecido internacionalmente e hoje faz falta para o Brasil.

Nossa solidariedade aos familiares e amigos de Marco Aurélio Garcia.

Dilma Rousseff, ex-presidente

A morte do professor Marco Aurélio Garcia, meu amigo querido, é extremamente dolorosa. Desfrutei pela última vez de sua companhia há três semanas. Conversamos sobre a vida e os momentos terríveis que o país atravessa.

Hoje é um dia de dor para todos nós, que compartilhamos com ele seus muitos sonhos, histórias e lutas. Era um amigo querido, de humor fino e contagiante, sempre generoso e cheio de ideias, dono de uma mente arguta e brilhante.

Meus sentimentos ao filho Leon, ao neto adorado Benjamin, aos familiares e todos os seus amigos.

É muito duro saber que não terei mais sua companhia, nem o prazer de ouvir sua poderosa gargalhada.

Um dia terrível para quem luta por um mundo melhor, com justiça social. Um dia muito, muito triste.

Ruy Braga, professor da USP 

Uma grande perda pra esquerda brasileira. Marco Aurélio Garcia foi um professor excelente (fui seu aluno no início dos anos 1990 na Unicamp) e um quadro político muito sofisticado. Intelectual vibrante, tinha uma visão social de mundo abrangente associada a uma grande capacidade de síntese. Lux in Tenebris. Vai fazer muita falta.

Nota oficial do PT

O Partido dos Trabalhadores (PT) lamenta profundamente a morte do companheiro Marco Aurélio Garcia, nesta quarta-feira (20/07), vítima de um infarto fulminante aos 76 anos de idade. Marcou Aurélio dedicou toda sua vida à militância política, ao socialismo e ao PT.

Marco Aurélio foi presidente nacional e secretário de Relações Internacionais do PT, sendo uma figura especial na construção do partido no decorrer de sua história. Também foi secretário municipal de Cultura de Campinas (1989-1990) e São Paulo (2001-2002).

Durante 13 anos, ocupou o cargo de assessor especial para Assuntos Internacionais dos governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Nesse período, destacou-se como um dos mais importantes arquitetos da integração latino-americana, e da ampliação das relações do Brasil com países da África e dos Brics. Ele contribuiu decisivamente para que o Brasil tivesse uma política externa ativa e altiva.

Iniciou sua trajetória política no movimento estudantil, e ficou exilado no Chile e na França durante a ditadura militar. Retornou em 1979, e no início dos anos 80 filou-se ao PT. Atualmente, fazia parte do conselho curador da Fundação Perseu Abramo, onde contribuía com a reflexão sobre os rumos da política nacional e internacional. Era professor aposentado de História na Universidade de Campinas (Unicamp).

Estendemos nossa solidariedade nesse momento tão difícil à família e amigos.

Estamos muito tristes com a perda tão repentina de nosso companheiro e amigo. Marco Aurélio fará muita falta para o PT e para o Brasil.

Gleisi Hoffmann – presidenta nacional do PT

Cid Benjamin - jornalista

Perdemos um gigante! Viva, Marco Aurélio Garcia!

Como assessor especial de relações internacionais dos governos Lula e Dilma, foi a grande cabeça formuladora e implementadora da política externa altiva e ativa, em uma parceria fina com Celso Amorim, numa divisão de papéis que rendeu grandes frutos.

Soube agora da morte, por infarto, do Marco Aurélio Garcia, que, entre outras coisas, foi assessor de política internacional do Lula.

Convivemos na Europa e, depois, no PT.

Sempre o respeitei. 

Ele procurava pensar política.

Vai fazer falta.

Sua morte é uma pena.

Tarso Genro - ex-ministro da Justiça

Faleceu Marco Aurélio Garcia, amigo fraterno, grande quadro da esquerda e militante histórico do PT. Ser humano excepcional. Dor e luto.

— Tarso Genro (@tarsogenro) 20 de julho de 2017

Monica Valente - Secretária de Relações Internacionais do PT

Luto: perdemos Marco Aurelio Garcia,querido e eterno Secretário de RI/PT. Perda irreparável à esquerda da A.Latina.

— Monica Valente (@movalente) 20 de julho de 2017

Evo Morales - Presidente da Bolívia

Marco Aurelio: un hermano símbolo de integración y liberación para América Latina. Gran defensor de la #PatriaGrande. Sentiremos su ausencia pic.twitter.com/eIzwXxKba7

— Evo Morales Ayma (@evoespueblo) 20 de julho de 2017

Lídice da Mata - Senadora (PSB-BA)

Mais uma perda importante da intelectualidade e resistência em nosso País! Meus sentimentos a familiares e amigos #Luto #MarcoAurelioGarciapic.twitter.com/xPJNPSUzP2

— Lídice da Mata (@lidicedamata) 20 de julho de 2017

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247