Marcos Coimbra: para quem precisava mudar o jogo, a montanha pariu uma ratazana

"Deu errado, como era previsível que desse errado. A chance de que ele conseguisse fazer um evento que mudasse alguma coisa era mínima e não aconteceu", disse à TV 247 o presidente do Instituto Vox Populi

www.brasil247.com - Marcos Coimbra
Marcos Coimbra (Foto: Reprodução | Reuters/Pilar Olivares)


247 - Presidente do Instituto Vox Populi, empresa brasileira especializada em pesquisas de opinião e de mercado, Marcos Coimbra afirmou à TV 247 que os atos golpistas convocados por Jair Bolsonaro e que já foram realizados nesta terça-feira, 7 de setembro, mostram que o chefe do governo federal não conseguiu criar algum fato novo que mudasse o cenário político, desfavorável a ele neste momento.

"Deu errado, como era previsível que desse errado. A chance de que ele conseguisse fazer um evento que mudasse alguma coisa era mínima e não aconteceu. É quase um consenso de que o que ele conseguiu foi tão pouco significativo...", afirmou.

Para Coimbra, "a montanha pariu uma ratazana". "Tinha 20 mil pessoas no Rio de Janeiro. Não sei se a conta está certa ou errada, mas não deve ser muito diferente disso, uma vez que, segundo o Estadão, são os próprios organizadores que calculam que havia 20 mil pessoas. A foto que eu vi da Esplanada dos Ministérios não me impressiona. Não sei o que vai acontecer em São Paulo. Ou seja, para quem precisava virar o jogo, ele precisava de que nascesse algo novo e não aconteceu. A imagem dele com o Fernando Collor em Brasília no hasteamento da bandeira é, de certa forma, o epitáfio de qualquer ideia de que ele está à frente de alguma coisa nova nesse ano que nos separa da eleição".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email