Mário Frias censura órgãos subordinados à Secretaria de Cultura, diz bancada do PSOL

Bancada do PSOL na Câmara denunciou o secretário de Cultura , Mário Frias, junto à PFDC por ameaçar a autonomia de gestão de órgãos subordinados à pasta. De acordo com Frias, todos os posts em redes sociais, sites e portais oficiais deverão ser previamente enviados a ele para avaliação

Mário Frias e Jair Bolsonaro
Mário Frias e Jair Bolsonaro (Foto: MARCOS CORRÊA/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Luía Fragão, na Revista Fórum - A bancada do PSOL na Câmara protocolou um ofício na Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), nesta quarta-feira (9), denunciando o secretário de Cultura, Mário Frias, por censura a órgãos subordinados à pasta. Deputados acusam o secretário de ameaçar a autonomia de gestão da Funarte, Casa Rui Barbosa, Biblioteca Nacional, Fundação Palmares, Ibram, Iphan e Ancine.

O secretário solicitou nesta quarta, por meio de ofício às instituições vinculadas à pasta, que todos os posts em redes sociais, sites e portais oficiais deverão ser previamente enviados a ele para avaliação. Dessa forma, caberia ao secretário autorizar ou não as publicações.

A pedido de Frias, os órgãos também deverão enviar todos os documentos referentes a editais de licitação, convênios e acordos de cooperação. O mesmo vale para nomeações, exonerações e outras requisições que envolvam cargos comissionados e funções de confiança.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email