MBL faz congresso para debater 'moral e bons costumes'

Imerso em contradições e com discurso anti-corrupção tendo membros envolvidos em denúncias de caixa 2 e lavagem de dinheiro, o Movimento Brasil Livre realiza neste sábado e domingo seu 3º Congresso do MBL, em São Paulo; junto com "redução do Estado", "privatizações", "gestão da máquina pública" e "propostas para 2018", "valores da civilização ocidental" é um dos tópicos destacados na página de venda de ingressos para o evento (no primeiro lote, R$ 100 pelos dois dias; prefeitos João Doria (PSDB-SP) e Nelson Marchezan Jr. (PSDB-RS), expoentes da direita conservadora que ganha espaço no País, estarão presentes

Integrantes do Movimento Brasil Livre realizam ato em frente ao Congresso Nacional (Valter Campanato/Agência Brasil)
Integrantes do Movimento Brasil Livre realizam ato em frente ao Congresso Nacional (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Questões relacionadas a moral e costumes, que estão na linha de frente do Movimento Brasil Livre, serão debatidas no 3º Congresso do MBL, que acontece sábado (11) e domingo (12), num complexo empresarial em São Paulo, com os prefeitos João Doria (PSDB-SP) e Nelson Marchezan Jr. (PSDB-RS).

Junto com "redução do Estado", "privatizações", "gestão da máquina pública" e "propostas para 2018", "valores da civilização ocidental" é um dos tópicos destacados na página de venda de ingressos para o evento (no primeiro lote, R$ 100 pelos dois dias).

São valores fincados no tripé "filosofia grega, direito romano e religiosidade judaico-cristã", afirma um dos líderes do MBL, Kim Kataguiri. Não que o tema seja inédito nos debates internos. "A pauta do movimento sempre abrangeu coisas além de política e economia."

"A direita sempre foi historicamente mais relacionada à moral, aos costumes, às tradições. Mas isso foi se invertendo. Os liberais conservadores passaram a se fechar em salas para discutir juros, inflação, coisas técnicas, numéricas e elitistas, e a esquerda passou a pautar os costumes", diz.

Entre os palestrantes deste ano: os senadores Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e José Medeiros (PSD-MT), os deputados da bancada evangélica Marco Feliciano (PSC-SP) e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), o vereador Fernando Holiday (DEM-SP), o colunista da Folha Luiz Felipe Pondé e o presidente da Riachuelo, Flávio Rocha.

As informações são da Folha de S. Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247