MEC quer aplicar Enem em apenas um dia

O Ministério da Educação já põe em prática a operação para alterar o formato do Enem; a pasta vai lançar já em janeiro uma consulta pública sobre o modelo da prova; uma das propostas que serão colocadas em debate é a de que o teste volte a ser aplicado em um único dia, e não mais no sábado e no domingo; com a consulta, o MEC tenta também evitar as críticas de falta de diálogo de que foi alvo ao apresentar a reforma do ensino médio como medida provisória

O Ministério da Educação já põe em prática a operação para alterar o formato do Enem; a pasta vai lançar já em janeiro uma consulta pública sobre o modelo da prova; uma das propostas que serão colocadas em debate é a de que o teste volte a ser aplicado em um único dia, e não mais no sábado e no domingo; com a consulta, o MEC tenta também evitar as críticas de falta de diálogo de que foi alvo ao apresentar a reforma do ensino médio como medida provisória
O Ministério da Educação já põe em prática a operação para alterar o formato do Enem; a pasta vai lançar já em janeiro uma consulta pública sobre o modelo da prova; uma das propostas que serão colocadas em debate é a de que o teste volte a ser aplicado em um único dia, e não mais no sábado e no domingo; com a consulta, o MEC tenta também evitar as críticas de falta de diálogo de que foi alvo ao apresentar a reforma do ensino médio como medida provisória (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Educação já põe em prática a operação para alterar o formato do Enem (exame nacional do ensino médio). A pasta vai lançar já em janeiro uma consulta pública sobre o modelo da prova.

Uma das propostas que serão colocadas em debate é a de que o teste volte a ser aplicado em um único dia, e não mais no sábado e no domingo. Também será discutida a criação de uma prova específica para interessados no certificado de conclusão do ensino médio, que hoje podem usar o Enem para obter o documento.

Com a consulta pública, o MEC tenta também evitar as críticas de falta de diálogo de que foi alvo ao apresentar a reforma do ensino médio como medida provisória.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email