Médico de Natal condena truculência contra protesto de servidores

Em vídeo, o médico infectologista em Natal Alexandre Mota critica a falta de empatia dos policiais militares ao agir com truculência contra servidores de Saúde e professores da UERN que protestavam para receber seus salários; ele critica ainda a hipocrisia do juiz que deu a ordem, um ex-estudante da UERN e que aceitou receber R$ 139 mil em auxílio-moradia retroativo

Em vídeo, o médico infectologista em Natal Alexandre Mota critica a falta de empatia dos policiais militares ao agir com truculência contra servidores de Saúde e professores da UERN que protestavam para receber seus salários; ele critica ainda a hipocrisia do juiz que deu a ordem, um ex-estudante da UERN e que aceitou receber R$ 139 mil em auxílio-moradia retroativo
Em vídeo, o médico infectologista em Natal Alexandre Mota critica a falta de empatia dos policiais militares ao agir com truculência contra servidores de Saúde e professores da UERN que protestavam para receber seus salários; ele critica ainda a hipocrisia do juiz que deu a ordem, um ex-estudante da UERN e que aceitou receber R$ 139 mil em auxílio-moradia retroativo (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em vídeo publicado em seu canal, o médico infectologista Alexandre Motta, que trabalha em Natal, critica a truculência com que agiu a Polícia Militar em protesto de servidores de saúde do Estado e professores da UERN que pedia o pagamento de seus salários.

Motta aponta "falta de empatia" dos policiais, uma vez que o atraso de pagamento de salário dos servidores "é um problema comum a todos" e atingiu recentemente os próprios policiais, que também protestaram com esse intuito.

O médico critica ainda a hipocrisia do juiz que deu a ordem para a ação policial, um ex-estudante da UERN e que consta da lista de magistrados que aceitaram receber R$ 139 mil em auxílio-moradia retroativo.

Ele também vê "canalhice" no governo de Robinson Faria, do PMDB, que se propôs a ser o melhor da história do Rio Grande do Norte.

Assista:

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247