Meirelles gastou R$ 41 por voto; Daciolo, menos de um centavo

Dono de um fortuna de R$ 377 milhões, o candidato à presidência Henrique Meirelles (MDB) investiu ao menos R$ 53 milhões na campanha, o maior valor entre os presidenciáveis; ele ficou em 7º lugar, com cerca de 1,2 milhão de votos. Isso resulta em aproximadamente R$ 41 por voto; é o pior "custo-benefício" entre os candidatos a presidente; neste quesito, o melhor desempenho foi do Cabo Daciolo (Patriota), que gastou R$ 808 e conseguiu 1,3 milhões de votos, ou: R$ 0,0005 por voto

Meirelles gastou R$ 41 por voto; Daciolo, menos de um centavo
Meirelles gastou R$ 41 por voto; Daciolo, menos de um centavo (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Dono de um fortuna de R$ 377 milhões, o candidato à presidência Henrique Meirelles (MDB) investiu ao menos R$ 53 milhões na campanha, o maior valor entre os presidenciáveis. Ele ficou em 7º lugar, com cerca de 1,2 milhão de votos. Isso resulta em aproximadamente R$ 41 por voto. É o pior "custo-benefício" entre os candidatos a presidente. Neste quesito, o melhor desempenho foi do Cabo Daciolo (Patriota), que gastou R$ 808 e conseguiu 1,3 milhões de votos, ou: R$ 0,0005 por voto.

Segundo a reportagem do jornal O Globo, "o primeiro colocado, Jair Bolsonaro (PSL), teve o segundo melhor desempenho: foram 2 centavos por voto (ele conseguiu 49 milhões de eleitores, tendo gasto R$ 1,2 milhão). Fernando Haddad (PT) e João Amoêdo (Novo), terceiro e quinto colocados na votação, gastaram ambos R$ 0,38 por voto. Ciro Gomes (PDT), que ficou em terceiro, gastou 60 centavos por cada voto".

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247