Mello Franco: Bolsonaro agora incentiva milícias rurais

Para o jornalista Bernardo Mello Franco, as declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro em uma feira agropecuária em São Paulo serviram para "pagar" parte da fatura resultante do apoio dos ruralistas à sua campanha eleitoral; "Os afagos do presidente às milícias urbanas já eram conhecidos. Agora ele incentiva a atuação das milícias rurais. O Brasil tem uma longa tradição de pistolagem no campo. Com a mudança proposta ontem, os matadores podem se livrar de qualquer punição — desde que o alvo dos tiros seja rotulado como "invasor"", observa

Mello Franco: Bolsonaro agora incentiva milícias rurais
Mello Franco: Bolsonaro agora incentiva milícias rurais
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Para o jornalista Bernardo Mello Franco, as declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro em uma feira agropecuária em São Paulo serviram para "pagar" parte da fatura resultante do apoio dos ruralistas à sua campanha eleitoral. Além dos ataques a ambientalistas e de prometer uma "limpa" nos órgãos de fiscalização e proteção do meio ambiente, Bolsonaro "anunciou uma espécie de salvo-conduto para o fazendeiro que matar alguém em sua propriedade", ressalta o jornalista em sua coluna no jornal O Globo.

"Os afagos do presidente às milícias urbanas já eram conhecidos. Agora ele incentiva a atuação das milícias rurais. O Brasil tem uma longa tradição de pistolagem no campo. Com a mudança proposta ontem, os matadores podem se livrar de qualquer punição — desde que o alvo dos tiros seja rotulado como "invasor"", observa.

"O discurso de Bolsonaro alarmou religiosos que acompanham os conflitos pela terra. "Não sei se ele percebe a consequência dessas declarações irresponsáveis, que insuflam a violência", critica a freira americana Jean Anne Bellini, coordenadora da Comissão Pastoral da Terra", ressalta Mello Franco. No gexto, ele destaca a afirmação da religiosa de que "os bandos rurais costumam ter ligação com o Estado. "Há uma mistura entre pistoleiros, grileiros de terra e policiais de folga. São milícias de fato", afirma", pontua a análise.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247