Mello Franco: Bolsonaro sempre defendeu aposentadoria especial de militares

Em sua coluna no Jornal O Globo, o jornalista Bernardo Mello Franco diz que, "há mais de um quarto de século, Bolsonaro é um combatente incansável pelos privilégios dos militares. Em 1993, ele já dizia que as consequências de uma reforma seriam 'as piores possíveis'. 'Não posso admitir calado a marcha dos militares para a Previdência', afirmou", relata Mello Franco

Mello Franco: Bolsonaro sempre defendeu aposentadoria especial de militares
Mello Franco: Bolsonaro sempre defendeu aposentadoria especial de militares (Foto: Dir.: Tânia Rêgo - ABR)

247 - Em sua coluna no Jornal O Globo, o jornalista Bernardo Mello Franco diz que "está montada a arena para o primeiro duelo entre a equipe econômica e o núcleo militar do governo". "Os generais prometem resistir a qualquer tentativa de incluir as Forças Armadas na reforma da Previdência. Eles cavaram a trincheira nos últimos dias, com recados públicos aos 'Chicago Oldies' de Paulo Guedes", afirma.

De acordo com o jornalista, "há mais de um quarto de século, Bolsonaro é um combatente incansável pelos privilégios dos militares. Em 1993, ele já dizia que as consequências de uma reforma seriam 'as piores possíveis'. 'Não posso admitir calado a marcha dos militares para a Previdência', afirmou", relata Mello Franco, citando a declaração de Bolsonaro.

"Dois anos depois, o capitão acusou o presidente Fernando Henrique Cardoso de patrocinar uma reforma 'insana'. 'O governo agora quer assassinar os militares da reserva e os pensionistas dos militares', dramatizou", continua o jornalista.

Colunista diz, ainda, que "em 1998, Bolsonaro se opôs ao fim do pagamento de pensão às filhas dos militares. 'É um negócio chato de falar', reconheceu. Na sequência, ele alegou que a regalia teria sido criada em 1790, como se a antiguidade justificasse a manutenção do privilégio".

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247