Mercadante repudia vídeo em curso do MEC de policial dando tiro para conter alunos

"Esse triste episódio é mais uma mensagem obscurantista e inaceitável do Ministério da Educação de Bolsonaro. Reafirmo que a escola deve ser um espaço de convivência entre os diferentes e de promoção de uma cultura de paz", escreveu o ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante

Aloizio Mercadante
Aloizio Mercadante (Foto: Ministério da Educação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante divulgou nota nesta sexta-feira (1) em repúdio a utilização, em um curso do Ministério da Educação, de um vídeo de uma policial dando um tiro para o alto para conter alunos.

Mercadante afirmou que este é mais um caso que mostra o caráter obscurantista do atual governo. "Esse triste episódio é mais uma mensagem obscurantista e inaceitável do Ministério da Educação de Bolsonaro, que em 1 ano e 4 meses não apresentou qualquer iniciativa para a educação brasileira, que democratize o acesso, que assegure a permanência e que, sobretudo, induza a melhoria da qualidade".

Ele ressaltou que a escola deve ser um local de "cultura de paz".

O vídeo integra o material utilizado no Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares.

Leia a nota do ex-ministro na íntegra:

É muito grave que o governo Bolsonaro utilize um vídeo em que uma policial tenta conter uma turma de crianças em sala de aula com um tiro para o alto, no curso de capacitação para profissionais do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares. Esse triste episódio é mais uma mensagem obscurantista e inaceitável do Ministério da Educação de Bolsonaro, que em 1 ano e 4 meses não apresentou qualquer iniciativa para a educação brasileira, que democratize o acesso, que assegure a permanência e que, sobretudo, induza a melhoria da qualidade.

Reafirmo que a escola deve ser um espaço de convivência entre os diferentes e de promoção de uma cultura de paz. A escola precisa valorizar o respeito ao outro, o diálogo, a pluralidade e a formação de cidadãos atentos aos valores civilizatórios, aos direitos humanos, da cidadania e ao Estado Democrático e de Direto.

Aloizio Mercadante, ex-ministro da Educação.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247