Mercadante: vá para casa, Lula, que vamos com você

O ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante defendeu a liberdade do ex-presidente Lula e alertou para sérios prejuízos à população brasileira por causa da agenda neoliberal da direita; "Se o brasil não olhar para a sua indústria, não estimular a inovação, não preservar trabalhadores e ficarmos condenados a ser exportadores de commodities, perderemos a Quarta Revolução Industrial", afirmou; "Lula é fundamental para virarmos esta página", disse ele, que mandou um recado para o ex-presidente: "O povo quer você em casa. Vá para casa, Lula, que vamos com você"; assista ao vídeo

Mercadante: vá para casa, Lula, que vamos com você
Mercadante: vá para casa, Lula, que vamos com você (Foto: Esq.: José Cruz - ABR / Dir.: Stuckert)

247 - O ex-ministro da Educação, Aloizio Mercadante defendeu a liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e alertou para uma agenda de sérios prejuízos à população brasileira, especialmente aos mais pobres.

"Se o brasil não olhar para a sua indústria, não estimular a inovação, não preservar trabalhadores e ficarmos condenados a ser exportadores de commodities, perderemos a Quarta Revolução Industrial", afirmou. "Lula é fundamental para virarmos esta página", disse ele, que mandou um recado para o ex-presidente: "O povo quer você em casa. Và para casa, Lula, que vamos com você". 

O ex-ministro também criticou a iniciativa do atual mandatário do ministério da Educação, Abraham Weintraub, de cortar em 30% verbas de três instituições de ensino superior - as universidades federais da Bahia (UFBA), Fluminense (UFF), e a Universidade de Brasília (UnB). O atual chefe do MEC alegou "balbúrdia" nesses locais provocada por atos impróprios e manifestações partidárias.

"A autonomia universitária é um princípio de 400 anos. Não podemos violentar este princípio constitucional. A cultura é o alvo, é o pretexto para o desmonte da inclusão social. Querem intimidar o pensamento crítico", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247