Mercado de maconha medicinal cresce 40% no Brasil

A HempMeds, empresa que lida com o uso medicinal da maconha, vem crescendo no Brasil. Ela é a responsável pelo Canabidiol, com subsidiárias também no México; o repertório de produtos vai desde a pesquisa até medicamentos veterinários: a Kannalife Sciences se dedica à pesquisa de novos tratamentos; a Kannaway vende produtos como óleos terapêuticos e vaporizadores e a Phyto Animal Health faz remédios para acalmar bichos de estimação

Mercado de maconha medicinal cresce 40% no Brasil
Mercado de maconha medicinal cresce 40% no Brasil

247 - A HempMeds, empresa que lida com o uso medicinal da maconha, vem crescendo no Brasil. Ela é a responsável pelo Canabidiol, com subsidiárias também no México. O repertório de produtos vai desde a pesquisa até medicamentos veterinários: a Kannalife Sciences se dedica à pesquisa de novos tratamentos; a Kannaway vende produtos como óleos terapêuticos e vaporizadores e a Phyto Animal Health faz remédios para acalmar bichos de estimação.

A reportagem do jornal Folha de S. Paulo destaca que "o porte da empresa ainda é modesto, mas o crescimento é forte: no segundo trimestre deste ano, as receitas cresceram 40%, para US$ 15 milhões (R$ 62,1 milhões)."

A HempMeds lida apenas com o canabidiol (CBD), componente da maconha com propriedade terapêutica. O componente da erva, responsável pelos efeitos psicoativos, é o tetrahidrocanabinol (THC), elemento não trabalhado pela empresa.

Depois da liberação da importação do medicamento, a empresa abriu uma subsidiária no Brasil, que faz a sua representação - uma vez que, no país, não é permitido o comércio ou plantio de maconha nem mesmo para fins terapêuticos.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247