Mérito de Moro é confessar prisão ilegal de Lula, diz Tarso

"O pacote de Moro não encaminha nenhuma das questões que degradam a segurança pública no Brasil: financiamento, formação e remuneração de policiais, unidade de ação federativa, bases tecnológicas novas. Seu mérito foi confessar a ilegalidade da prisão de Lula em 1a. instância", disse o ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, em sua conta no Twitter

Mérito de Moro é confessar prisão ilegal de Lula, diz Tarso
Mérito de Moro é confessar prisão ilegal de Lula, diz Tarso (Foto: WILSON DIAS-ABR )

247 - O ex-ministro da Justiça, Tarso Genro, criticou a proposta de lei anticrime apresentada pelo atual comandante da pasta, Sérgio Moro, na segunda-feira (4). Em suas redes sociais, Genro disse que o único mérito na proposta trazida pelo Governo é confessar que cometeram uma ilegalidade ao prender o ex-presidente Lula após condenação em primeira instância.

"O pacote de Moro não encaminha nenhuma das questões que degradam a segurança pública no Brasil: financiamento, formação e remuneração de policiais, unidade de ação federativa, bases tecnológicas novas. Seu mérito foi confessar a ilegalidade da prisão de Lula em 1a. instância", disse o ex-ministro, em sua conta no Twitter, na noite desta terça-feira (5).

 
 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247