Mesmo com falhas, governo mantém prazos do Sisu

Edição para inscrição no primeiro semestre desse ano será encerrada às 23h59 de sexta-feira 27, confirmou em nota nesta tarde o ministério da Educação, comandado por Mendonça Filho; mais de 200 mil alunos estão sendo prejudicados com problemas para acessar o sistema, que permite a inscrição para concorrer a vagas de graduação em universidades públicas; se não conseguirem se inscrever, candidatos pretendem recorrer ao Ministério Público Federal

Edição para inscrição no primeiro semestre desse ano será encerrada às 23h59 de sexta-feira 27, confirmou em nota nesta tarde o ministério da Educação, comandado por Mendonça Filho; mais de 200 mil alunos estão sendo prejudicados com problemas para acessar o sistema, que permite a inscrição para concorrer a vagas de graduação em universidades públicas; se não conseguirem se inscrever, candidatos pretendem recorrer ao Ministério Público Federal
Edição para inscrição no primeiro semestre desse ano será encerrada às 23h59 de sexta-feira 27, confirmou em nota nesta tarde o ministério da Educação, comandado por Mendonça Filho; mais de 200 mil alunos estão sendo prejudicados com problemas para acessar o sistema, que permite a inscrição para concorrer a vagas de graduação em universidades públicas; se não conseguirem se inscrever, candidatos pretendem recorrer ao Ministério Público Federal (Foto: Gisele Federicce)

247 - Apesar dos problemas de acesso no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Ministério da Educação do governo Temer, comandado por Mendonça Filho, manteve nesta quarta-feira 25 o prazo limite de sexta-feira 27 às 23h59 para as inscrições do primeiro semestre.

Pelo Sisu, os candidatos usam sua nota do Enem para concorrer a vagas de graduação em universidades públicas. Muitos estudantes não estão conseguindo se inscrever pela página do sistema, mais de 36 horas depois de abertas as inscrições, a 0h desta terça-feira. Mais de 200 mil candidatos podem estar sendo prejudicados. Se não conseguirem se inscrever, candidatos pretendem recorrer ao Ministério Público Federal.

"Estou tentando reunir mais estudantes para juntos entramos com um mandado de segurança contra o MEC. Sem termos feito a inscrição não dá para sabermos nossa posição no curso que queremos ingressar. Faz duas noites que não durmo. Na terça-feira passei a madrugada e todo o dia tentando acessar o Sisu. Hoje, quarta-feira, tentei mais de 15 vezes de novo, em horários diferentes, e nada", relata a candidata ao curso de engenharia ambiental da UFRPE Débora Farias, de 17 anos, segundo reportagem do Blog do Fera, do portal NE10.

Em nota, o MEC prometeu sanar os problemas até o fim do dia. "Em relação às dificuldades de acesso relatadas por alguns candidatos hoje, tanto da primeira quanto na segunda aplicação, o MEC identificou inconsistências no sistema, que estão sendo sanadas. A previsão é que até o fim do dia o sistema volte à normalidade", diz o comunicado.

 

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247