Ministério aguarda pedido do TJ-RJ para formalizar pedido de extradição de autor de ataque contra Porta dos Fundos

Eduardo Fauzi Richard Cerquise, acusado de ser um dos responsáveis pelo atentado terrorista contra a sede da produtora do canal Porta dos Fundos, na véspera do Natal., fugu para a Rússia um dia antes de ter seu pedido de prisão expedido pela Justiça do Rio

Eduardo Fauzi, suspeito de ataque ao Porta dos Fundos
Eduardo Fauzi, suspeito de ataque ao Porta dos Fundos (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério da Justiça aguarda apenas uma manifestação do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para pedir a extradição de Eduardo Fauzi Richard Cerquise, acusado de ser um dos responsáveis pelo atentado terrorista contra a sede da produtora do canal Porta dos Fundos, na véspera do Natal. Eduardo Fauzi fugiu para a Rússia um dia antes de ter um dia antes de um mandado de prisão contra ele ser expedido pela Justiça do Rio de Janeiro. 

Segundo reportagem do jornal O Globo, tanto o Ministério quanto o Itamaraty estariam dispostos a assinarem o pedido de extradição. Para que isso aconteça, contudo, o juiz responsável pelo caso deverá se posicionar pela extradição. 

Em seguida, o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) deverá avaliar a documentação necessária à extradição e, se tudo estiver em ordem, o pedido será encaminhado ao Itamaraty para a formalização do pedido às autoridades russas. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247