Ministro da Educação não sabe fazer conta e troca 500 mil por 500 milhões

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou em coletiva de imprensa que a aplicação do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em 2019 custará R$ 500 mil. Pouco depois, no entanto, a assessoria de imprensa do MEC informou que o valor correto, na verdade, é R$ 500 milhões - um montante mil vezes maior; o volume também é o dobro dos R$ 252,7 milhões gastos na última edição do Saeb

Ministro da Educação não sabe fazer conta e troca 500 mil por 500 milhões
Ministro da Educação não sabe fazer conta e troca 500 mil por 500 milhões (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

247 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou em coletiva de imprensa que a aplicação do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em 2019 custará R$ 500 mil. Pouco depois, no entanto, a assessoria de imprensa do MEC informou que o valor correto, na verdade, é R$ 500 milhões - um montante mil vezes maior.

O volume também é o dobro dos R$ 252,7 milhões gastos na última edição do Saeb, aplicado em 2017. 

Durante a apresentação das regras do Saeb aos jornalistas nesta quinta-feira, Weintraub mencionou o valor de R$ 500 mil várias vezes. Ele disse que era um valor pequeno em relação a outros gastos do governo e que as provas avaliarão 7 milhões de estudantes.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247