Ministro da Saúde de Temer diz mais uma lambança

Uma semana depois do discurso machista de Michel Temer, que disse que o papel da mulher na sociedade é ir ao supermercado, cuidar da criação dos filhos e dos afazeres domésticos, o ministro Ricardo Barros associou a obesidade infantil ao fato de as crianças não poderem descascar os alimentos "com as mães"; "É preciso qualificar essas crianças para manipular os alimentos. Muitas delas não ficam em casa com as mães e não têm oportunidade de aprender a descascar os alimentos", disse, sem fazer qualquer referência à figura paterna

Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, concede sua primeira entrevista coletiva à imprensa sobre assuntos relacionados à pasta (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, concede sua primeira entrevista coletiva à imprensa sobre assuntos relacionados à pasta (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

247 - Campeão das gafes no governo Michel Temer, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, cometeu mais um de suas lambanças nesta quarta-feira 15.

Uma semana depois do discurso machista de Temer no Dia Internacional da Mulher, quando o peemedebista disse que o papel da mulher na sociedade é ir ao supermercado, cuidar da criação dos filhos e dos afazeres domésticos, o ministro Ricardo Barros associou a obesidade infantil ao fato de as crianças não poderem descascar os alimentos "com as mães". 

"É preciso qualificar essas crianças para manipular os alimentos. Muitas delas não ficam em casa com as mães e não têm oportunidade de aprender a descascar os alimentos", disse, sem fazer qualquer referência à figura paterna.

Em seguida ele também afirmou que, como as mães não ficam em casa, crianças não têm oportunidade de acompanhá-las nas tarefas diárias, como ocorria no passado.

"Hoje as mães não ficam em casa, e as crianças não têm oportunidade, como tinham antigamente, de acompanhar a mãe nas tarefas diárias de preparação dos alimentos. E vai ficando cada vez mais distante a capacidade de pegar um alimento natural e saber consumi-lo", disse ainda, sempre só se lembrando da mãe.

As declarações foram feitas durante fala do ministro sobre parceria com o Ministério da Educação para ensinar hábitos saudáveis para crianças e incentivar o consumo de alimentos in natura no lugar dos processados.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247