Ministro diz que 75 pacientes ainda podem morrer

"Nós temos 75 pacientes em estado crítico em UTIs que correm risco de vida", informou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que permanece em Santa Maria a pedido da presidente da Dilma Rousseff. Neste domingo, mais de 200 jovens morreram em decorrência de um incêndio na boate Kiss

Ministro diz que 75 pacientes ainda podem morrer
Ministro diz que 75 pacientes ainda podem morrer (Foto: Mister Shadow)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, informou em entrevista coletiva que 75 vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), ainda podem morrer. Os 75 estão internados em UTIs do Rio Grande do Sul e permanecem em estado crítico. Padilha permaneceu em Santa Maria a pedido da presidente da Dilma Rousseff para prestar apoio às famílias da tragédia na boate Kiss.

"Nós temos 75 pacientes em estado crítico em UTIs que correm risco de vida", disse Padilha. Segundo o ministro, as remoções de feridos para outras cidades estão sendo feitas com aqueles que têm condições de ser removidos, com a intenção de dar vaga aos casos mais graves nos leitos de Santa Maria.

"O esforço do comitê de saúde de remoção de pacientes neste momento para Porto Alegre é daqueles que precisam e que podem ser movidos. É para aumentar cada vez mais, para ter maior capacidade de leitos de UTI em Santa Maria", disse. "Neste momento, nós temos uma retaguarda garantida de 30 leitos de UTI em Santa Maria que podem ser montados se for necessário", completou.

Outra prioridade, segundo Padilha, são os casos de pneumonite química, desenvolvido por pessoas que respiraram a fumaça tóxica durante o incêndio. "Quem tiver tosse ou falta de ar deve procurar atendimento médico", alertou o ministro, que informou que há 31 pacientes em situação crítica internados em UTI em Santa Maria.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247