Ministro do TSE dá andamento a ação em que Bolsonaro pede Haddad inelegível

Coligação da candidatura de Jair Bolsonaro pediu apuração de suposto apoio irregular do governo da Paraíba a Fernando Haddad; o ministro Jorge Mussi, do TSE, determinou que a defesa seja ouvida para decidir sobre o caso

Ministro do TSE dá andamento a ação em que Bolsonaro pede Haddad inelegível
Ministro do TSE dá andamento a ação em que Bolsonaro pede Haddad inelegível (Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Coligação da candidatura de Jair Bolsonaro pediu apuração de suposto apoio irregular do governo da Paraíba a Fernando Haddad. O ministro Jorge Mussi, do TSE, determinou que a defesa seja ouvida para decidir sobre o caso.

Também no TSE tramita uma ação em que a coligação de Haddad pediu para que Bolsonaro seja declarado inelegível devido a denúncias de que teria ocorrido caixa 2 eleitoral em sua campanha e o financiamento de empresas para publicação de fake news via WhatsApp.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247