Miriam Leitão: Brasil não pode ser peça do jogo dos EUA na crise da Venezuela

Em sua coluna no jornal O Globo, Miriam Leitão afirma que "o Brasil tem que tomar muito cuidado com sua posição para não virar parte do jogo americano"; segundo fontes da jornalista, o clima de tensão na fronteira com a Venezuela é de proporções imprevisíveis

Miriam Leitão: Brasil não pode ser peça do jogo dos EUA na crise da Venezuela
Miriam Leitão: Brasil não pode ser peça do jogo dos EUA na crise da Venezuela

247 - Em sua coluna no jornal O Globo, Miriam Leitão afirma que a tensão na fronteira com a Venezuela "é imprevisível" e que a análise de diplomatas e outras fontes do governo é de que tudo pode acontecer.

"O Brasil tem que tomar muito cuidado com sua posição para não virar parte do jogo americano", disse Miriam, ao se referir sobre o encontro que acontece na próxima segunda-feira do grupo de Lima em Bogotá. O vice-presidente Hamilton Mourão representará o Brasil no encontro que também terá a presença do vice dos EUA.

A jornalista cita a intensa movimentação na fronteira da Venezuela com a Colômbia, onde o autoproclamado presidente Juan Guaidó se dirige para receber a suposta ajuda humanitária.

"O Brasil tem que buscar uma forma de influenciar a saída da crise sem se tornar uma peça no jogo dos EUA na região", disse.

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247