Míriam Leitão: Salles acusou Chico Mendes e revela seu caráter

A jornalista Míriam Leitão, afirma que, "o ataque do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a Chico Mendes revela sobre seu caráter"; "Chico foi assassinado em 1988, não está aqui para se defender", condena; ela ainda expõe que "Salles é um completo estrangeiro na questão ambiental e que "Chico Mendes defendeu a Amazônia com a própria vida"

Míriam Leitão: Salles acusou Chico Mendes e revela seu caráter
Míriam Leitão: Salles acusou Chico Mendes e revela seu caráter

247 - A jornalista Míriam Leitão, em sua coluna no jornal O Globo, afirma que, "o ataque do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a Chico Mendes revela sobre seu caráter. Chico foi assassinado em 1988, não está aqui para se defender". 

A jornalista contextualiza os últimos ataques de Salles: "Em entrevista ao "Roda Viva", Salles o chamou de irrelevante. Esse foi o começo. Depois, fez pior. Acusou Chico de manipular a opinião de seringueiros em benefício próprio. Ele foi além. Em entrevista ao jornalista Bernardo Mello Franco, falou que "o pessoal do agro" diz que o ambientalista era grileiro. São acusações muito graves feitas a uma pessoa que não está aqui para se defender. Chico Mendes está na história do Brasil, como lembrou o vice-presidente Hamilton Mourão. Novamente coube a ele corrigir os excessos de outras pessoas do governo". 

"Chico Mendes defendeu a Amazônia com a própria vida. Era um adversário exatamente dos grileiros que tentam destruir a floresta. Foi assassinado assim. É uma atitude inqualificável o ministro acusar Chico Mendes de ser aquilo que ele combatia. Desconhecer a relevância desse personagem é o de menos nas declarações de Salles. O ministro fez acusações graves sem fontes nem provas contra alguém que já morreu", relembra. 

Ela inda reforça que "Salles é um completo estrangeiro na questão ambiental. Chico Mendes dá nome ao instituto que cuida das florestas nacionais, órgão ligado ao próprio Ministério do Meio Ambiente".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247