Moro critica juiz de garantias e leva invertida de Tacla Duran: 'mimado e deslumbrado por uma ambição política'

O “Russo” está de má vontade e criando dificuldades, porque essa não combinaram, antes com ele. O “Russo” é um mimado, deslumbrado, inebriado por uma ambição política que o leva a crer que o poder é eterno", disse Tacla Durán, que foi advogado da Odebrecht, rebatendo comentário de Moro nas redes

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Rodrigo Tacla Duran, que foi advogado da Odebrecht e acusa advogados ligados a Sergio Moro de pedirem dinheiro em troca de benefícios na Lava Jato, respondeu a um tuíte do atual ministro da Justiça criticando a lei de criação do juiz de garantias.

Moro usou a sua página nas redes sociais para dizer que o Poder Judiciário não tinha estrutura para implantar o novo sistema no processo criminal. “Nas comarcas com um juiz apenas (40 por cento do total) será feito um ‘rodízio de magistrados’ para resolver a necessidade de outro juiz. Para mim é um mistério o que esse ‘rodízio significa’. Tenho dúvidas se alguém sabe a resposta”, escreveu Moro.

Duran rebateu: "O “Russo” está de má vontade e criando dificuldades, porque essa não combinaram, antes com ele. O “Russo” é um mimado, deslumbrado, inebriado por uma ambição política que o leva a crer que o poder é eterno"

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247