Moro defende Coaf no ministério da Justiça: 'Guedes não quer'

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou esperar que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) permaneça no Ministério da Justiça; ele garantiu que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não quer o Coaf; "Guedes não quer o Coaf, ele tem uma série de preocupações, tem a reforma da Previdência"

Moro defende Coaf no ministério da Justiça: 'Guedes não quer'
Moro defende Coaf no ministério da Justiça: 'Guedes não quer' (Foto: José Cruz - ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou nesta quarta-feira, 1º, esperar que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) permaneça no Ministério da Justiça. Ele afirmou que o conselho estava "esquecido" no Ministério da Fazenda e garantiu que o ministro da Economia, Paulo Guedes, não quer o Coaf.

"Guedes não quer o Coaf, ele tem uma série de preocupações, tem a reforma da Previdência. A tendência lá é ele (Coaf) ficar esquecido e na Justiça temos ele como essencial", disse ele à rádio Jovem Pan.

O ministro também afirmou que quer o Congresso como "parceiro" na votação do projeto anticrime.

Segundo o titular da pasta,  o Legislativo "tem seu tempo", mas frisou que gostaria que o texto fosse votado o mais rapidamente possível. "Claro que gostaríamos que isso fosse votado o mais breve possível, mas temos que respeitar. É um novo Congresso, assim como é um novo governo", disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247