Moro diz ver revanchismo em críticas à ação da PF contra hackers

Cada vez mais acuado em função das denúncias de conluio envolvendo integrantes da Lava Jato, o ministro da Justiça, Ségio Moro, afirmou que “pessoas muito poderosas” teriam visto nos ataques de supostos hackers contra autoridades "uma oportunidade para reavivar tentativas de retrocesso e revanchismo” visando anular as condenações da operação

247 - Cada vez mais acuado em função das denúncias de conluio envolvendo integrantes da Lava Jato, o ministro da Justiça, Ségio Moro, afirmou que “pessoas muito poderosas” teriam visto nos ataques de supostos hackers contra autoridades "uma oportunidade para reavivar tentativas de retrocesso e revanchismo” visando anular as condenações da operação. 

“Existe um status quo que foi extremamente contrariado pelas investigações [da Lava-Jato]. Pessoas muito poderosas viram nesse ataque uma oportunidade para reavivar essas tentativas de retrocesso e revanchismo. Me surpreendeu um pouco a agressividade de determinados setores, o que denota um sentimento de revanche, de vingança pelo trabalho institucional que foi realizado. Inclusive por parcelas da advocacia”, afirmou Moro em entrevista à revista Crusoé. 

Moro, que foi o juiz titular da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, vem ficando cada vez mais acuado em função das mensagens feitas pelo site The Intercept,  que vem divulgando mensagens trocadas entre integrantes ad Lava Jato, revelando o conluio existente na operação. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247.Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247