"Moro falar sobre corrupção é o mesmo que Fernandinho Beira-Mar discorrer sobre tráfico de drogas", diz Joaquim de Carvalho

O suspeito falar sobre combater corrupção é equivalente a Beira-Mar falar sobre acabar com o tráfico, disse Joaquim de Carvalho no Bom Dia deste sábado. Assista

www.brasil247.com - Fernandinho Beira-Mar, Moro
Fernandinho Beira-Mar, Moro (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O jornalista Joaquim de Carvalho, em participação no Bom Dia 247 deste sábado (15), comparou o ex-juiz "ladrão" Sergio Moro, que foi declarado parcial pelo STF nos processos da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Lula, com o ex-comandante do Comando Vermelho, o traficante Fernandinho Beira-Mar. 

Segundo Joaquim, que denuncia o enriquecimento de Moro, enquanto os brasileiros ficaram mais pobres por conta da operação de destruição da economia nacional, o suspeito falar sobre combater corrupção é equivalente a Beira-Mar falar sobre acabar com o tráfico. 

"O Moro é um juiz ladrão, sacramentado. Não tem mais o que discutir. Sacramentado por quem? Pelo Supremo Tribunal Federal, a corte suprema, aqueles que são os guardiões da Constituição. Eles dizem que é um juiz parcial. Em outras palavras, ele perseguiu uma liderança política", disse. 

PUBLICIDADE

"É um acinte ele querer se candidatar. Mas vamos lá, ele tem os direitos políticos dele. Agora, quando eu vejo ele falar, é mais ou menos como você ouvir o Fernandinho Beira-Mar discorrer sobre o combate ao tráfico de drogas. Não dá. A gente sabe quem é", completou. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email