Moro quer que seu depoimento contra Bolsonaro seja divulgado

De acordo com o advogado de Moro, Rodrigo Sanchez, o depoimento deve divulgado “com o intuito de evitar interpretações dissociadas de todo o contexto das declarações”

Ex-juiz Sergio Moro durante anúncio do pedido demissão do cargo de ministro da Justiça 24/04/2020
Ex-juiz Sergio Moro durante anúncio do pedido demissão do cargo de ministro da Justiça 24/04/2020 (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado do ex-ministro Sergio Moro, Rodrigo Sanchez, enviou petição ao Supremo Tribunal Federal (STF) posicionando-se pela divulgação do depoimento do ex-ministro no último sábado (2) à PF “com o intuito de evitar interpretações dissociadas de todo o contexto das declarações”.

“Considerando que a imprensa, no exercício do seu legítimo e democrático papel de informar a sociedade, vem divulgando trechos isolados do depoimento prestado pelo Requerente em data de 02 de maio de 2020, esta Defesa, com intuito de evitar interpretações dissociadas de todo o  contexto das declarações e garantindo o direito constitucional de informação integral dos fatos relevantes – todos eles de interesse público – objeto do presente Inquérito, não se opõe à publicidade dos atos praticados nestes autos, inclusive no tocante ao teor integral do depoimento prestado pelo Requerente", diz a defesa do ex-ministro.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247