Moro: situação está sob controle no Ceará

O ministro Sérgio Moro também disse existir "um indicativo de aumento de alguns crimes mais violentos, mas não há uma situação de absoluta desordem nas ruas" do Ceará. Entre meia-noite de quarta-feira (19) e 23h59 de domingo (23), o estado registrou 147 assassinatos com a paralisação dos policiais

Ministro foi ao Ceará para acompanhar a gestão na segurança do estado
Ministro foi ao Ceará para acompanhar a gestão na segurança do estado (Foto: Reprodução (TV Senado))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou nesta segunda-feira (24) que, apesar de o Ceará ter registrado um aumento nos crimes violentos, "não há uma situação de absoluta desordem nas ruas". De acordo com o titular da pasta, a situação no estado "está sob controle". Entre meia-noite de quarta-feira (19) e 23h59 de domingo (23), o estado registrou 147 assassinatos com a paralisação dos policiais. 

"As forças estão aqui subsidiariamente pra atender a uma situação que nós entendemos ser temporária e que deve ser resolvida brevemente. Existe um indicativo de aumento de alguns crimes mais violentos, mas não há uma situação de absoluta desordem nas ruas", disse o ex-juiz, que participou de uma reunião para acompanhar a operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Ceará, junto com o governador Camilo Santana e os ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e da Advocacia-Geral da União, André Luiz Mendonça.

"As pessoas estão nas ruas, nós circulamos nas ruas. Não existem, por exemplo, saques a estabelecimentos comerciais, nem nada disso. A situação está sob controle, claro dentro de um contexto relativamente difícil em que parte da polícia estadual está paralisada", acrescentou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247