Mourão diz que Bolsogate é preocupação de 'pai para filho' e não do governo

"[O caso] Pode preocupar o presidente como pai em relação ao filho. Todos nós nos preocupamos com os nossos filhos. Acho que talvez isso aí, apesar de ele não ter me dito nada a respeito", disse o general Hamilton Mourão, que assumiu a presidência com a viagem de Jair Bolsonaro ao Fórum Mundial de Davos, na Suíça

Mourão diz que Bolsogate é preocupação de 'pai para filho' e não do governo
Mourão diz que Bolsogate é preocupação de 'pai para filho' e não do governo (Foto: Agência Brasil/Reuters)

247 - O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, disse que as investigações que envolvem o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), não afetam o governo, sendo apenas uma preocupação de "pai para filho". A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Apesar das investigações apontarem movimentações financeiras suspeitas, num suposto esquema de improbidade administrativa, envolvendo uma dos membros do clã Bolsonaro e um depósito na conta da mulher do presidente, Michele Bolsonaro, feito pelo ex-assessor de Flávio, Fabrício Queiroz, o general Mourão disse que o tema não é um assunto do governo.

"[O caso] Pode preocupar o presidente como pai em relação ao filho. Todos nós nos preocupamos com os nossos filhos. Acho que talvez isso aí, apesar de ele não ter me dito nada a respeito", disse Mourão, que assumiu a presidência com a viagem de Jair Bolsonaro ao Fórum Mundial de Davos, na Suíça

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247