Mourão diz que governo vai colocar Ricardo Salles 'em uma melhor posição do que ele vem tendo'

247 - O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, disse estar em "silêncio obsequioso" quando provocado a manifestar sua opinião sobre o futuro do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

Ricardo Salles está com o cargo por um fio devido ao fracasso da política ambiental do governo e por ter afirmado na reunião ministerial de 22 de abril que é necessário "passar a boiada", referindo-se a um conjunto de leis que prejudicam a defesa do meio ambiente. 

Mourão destacou que qualquer decisão sobre o futuro de ministros no governo cabe ao presidente Jair Bolsonaro, informa o Estadão.

O Brasil tem sido pressionado por investidores estrangeiros para reduzir o desmatamento da Amazônia. 

Em determinado momento da audiência, Mourão declarou que o governo está “procurando colocar Salles em uma melhor posição do que ele vem tendo”. 

Em sua avaliação, Ricardo Salles sofre por decisões que foram tomadas no passado. Ele destacou que a fala de Salles na reunião de 22 de abril, sobre "ir passando a boiada” durante a pandemia da Covid-19, seria sobre medidas infralegais, e não se restringia a questões ambientais. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio