Mourão recebe CUT, que critica reforma da Previdência

Mesmo com a resistência do presidente Jair Bolsonaro, o vice Hamilton Mourão recebeu nesta quinta-feira 7, no Palácio do Planalto, a Central Única dos Trabalhadores, ligada ao PT; no encontro, o presidente da entidade, Vagner Freitas, fez duras críticas à reforma previdenciária elaborada pelo novo governo; "Nós queremos organizar os trabalhadores para a resistência, porque os seus direitos estão sendo retirados", disse Freitas após a reunião

Mourão recebe CUT, que critica reforma da Previdência
Mourão recebe CUT, que critica reforma da Previdência (Foto: Agência Brasil)

247 - Mesmo com a resistência do presidente Jair Bolsonaro (PSL), o vice-presidente, general Hamilton Mourão, recebeu nesta quinta-feira 7, no Palácio do Planalto, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), ligada ao PT. A Central havia pedido uma audiência com o general quando ele assumiu a função de presidente interino, na semana retrasada, enquanto Bolsonaro estava em Davos, na Suíça.

No encontro, o presidente da entidade, Vagner Freitas, fez duras críticas à reforma previdenciária elaborada pelo novo governo, apontando que a proposta retira direitos dos trabalhadores.

"Nós queremos organizar os trabalhadores para a resistência, porque os seus direitos estão sendo retirados", disse Freitas aos jornalistas, após a reunião em Brasília. "Não existe democracia sem que os trabalhadores tenham legislação que os protejam", completou.

Em entrevista concedida à TV 247 no início de dezembro, o presidente da CUT fez duras críticas ao recém-eleito presidente Jair Bolsonaro, destacando que ele não se interessava pela classe trabalhadora, mas afirmou que a entidade estabeleceria um diálogo com o novo governo.

Inscreva-se na TV 247 e assista:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247