MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual

O Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou, no fim da tarde desta quarta-feira 12, pedido de prisão preventiva contra o médium João de Deus, acusado de abuso sexual por centenas de mulheres; uma força-tarefa de procuradores foi criada no órgão para investigar o caso, que começou com a denúncia de dez mulheres e agora já recebeu mais de 200; o médium reapareceu nesta manhã na Casa onde faz os atendimentos espirituais, em Abadiânia (GO), pela primeira vez desde as denúncias

MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual
MP pede prisão de João de Deus após denúncias de abuso sexual

247 - O Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO) protocolou, no fim da tarde desta quarta-feira 12, pedido de prisão preventiva contra João Teixeira de Faria, o médium conhecido como João de Deus, acusado de abuso sexual por centenas de mulheres.

Uma força-tarefa de procuradores foi criada no órgão para investigar o caso, que começou com a denúncia de dez mulheres e agora já recebeu mais de 200. O médium reapareceu nesta manhã na Casa onde faz os atendimentos espirituais, em Abadiânia (GO), pela primeira vez desde as denúncias. Ele disse ser inocente.

O advogado de João de Deus, Alberto Toron, disse não ter recebido o pedido ainda oficialmente.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247