MST e Greenpeace questionam tratamento da questão agrária por Temer

"O que significa o fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário? Para onde vamos com uma Conab privatizada, como pretende o governo interino? Quais os efeitos da migração da reforma agrária – e da demarcação de terras indígenas – para a Casa Civil? E os da pulverização de agrotóxicos nas cidades?"; MST, Cimi e Greenpeace debatem em São Paulo “O governo Temer e a questão agrária”, nesta quarta, às 19 horas, no Epicentro Cultural

"O que significa o fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário? Para onde vamos com uma Conab privatizada, como pretende o governo interino? Quais os efeitos da migração da reforma agrária – e da demarcação de terras indígenas – para a Casa Civil? E os da pulverização de agrotóxicos nas cidades?"; MST, Cimi e Greenpeace debatem em São Paulo “O governo Temer e a questão agrária”, nesta quarta, às 19 horas, no Epicentro Cultural
"O que significa o fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário? Para onde vamos com uma Conab privatizada, como pretende o governo interino? Quais os efeitos da migração da reforma agrária – e da demarcação de terras indígenas – para a Casa Civil? E os da pulverização de agrotóxicos nas cidades?"; MST, Cimi e Greenpeace debatem em São Paulo “O governo Temer e a questão agrária”, nesta quarta, às 19 horas, no Epicentro Cultural (Foto: Roberta Namour)

247 – O MST, Cimi e Greenpeace vão debater em São Paulo o tema “O governo Temer e a questão agrária”, nesta quarta-feira, às 19 horas, no Epicentro Cultural (Rua Paulistânia, 66, Vila Madalena).

“O que significa o fim do Ministério do Desenvolvimento Agrário? Para onde vamos com uma Conab (a Companhia Nacional do Abastecimento) privatizada, como pretende o governo interino? Quais os efeitos da migração da reforma agrária – e da demarcação de terras indígenas – para a Casa Civil? E os da pulverização de agrotóxicos nas cidades?”, questionam.

A iniciativa é do canal De Olho nos Ruralistas, um observatório sobre o agronegócio no Brasil. Pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), participa Gilmar Mauro, da coordenação nacional. Pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Aleandro Laurindo da Silva, da regional Sul. A mesa também será composta pelo coordenador de políticas públicas do Greenpeace, Marcio Astrini.

A TV Drone transmite o evento ao vivo, pela internet.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247