'Muito triste. Uma canalhice', diz o general sobre sigilo de 100 anos a crachás de acesso dos filhos de Bolsonaro ao Planalto

O general da reserva Paulo Chagas afirmou que "a canalhice está distribuída de forma equitativa por todos os 'Poderes' da pobre podre República de Pindorama! Muito triste…". O militar fez referência à decisão do governo de impor sigilo de 100 anos sobre informações referentes aos crachás de acesso de dois filhos de Jair Bolsonaro ao Planalto

General Paulo Chagas
General Paulo Chagas (Foto: Reprodução/G1)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O general da reserva Paulo Chagas afirmou ser uma "canalhice" a decisão do governo Jair Bolsonaro de impor um sigilo de 100 anos no acesso às informações de visitas do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) ao Palácio do Planalto.

"Os 100 anos de sigilo colocados sobre o porquê do 'crachá' de Carlos Bolsonaro no Palácio do Planalto nos revela que a canalhice está distribuída de forma equitativa por todos os 'Poderes' da pobre podre República de Pindorama! Muito triste… É hora de mudar para algo melhor", escreveu o ex-aliado de Bolsonaro no Twitter.

O documento do Planalto determinou que "as informações pessoais, a que se refere este artigo, relativas à intimidade, vida privada, honra e imagem terão seu acesso restrito, independentemente de classificação de sigilo e pelo prazo máximo de 100 (cem) anos".

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email