Mulher de Cunha pede a Moro que tome novo depoimento do marido

A mulher do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), Cláudia Cruz, pediu ao juiz Sérgio Moro que ouça mais uma vez o seu marido, desta vez na ação penal em que ela própria é ré. A solicitação foi feita na sexta-feira, 10, três dias após o peemedebista depor ao juiz da Lava Jato e afirmar que Michel Temer (PMDB) participou, em 2007, de uma reunião com a bancada do PMDB para discutir as indicações do partido para diretorias da Petrobrás; defesa de Cláudia argumenta que o depoimento de Cunha, que durou cerca de 3h na terça-feira, 7, ‘trouxe à baila fatos que interessam diretamente à defesa da sra. Cláudia, motivo pelo qual se faz imperiosa a sua inquirição na presente ação penal’

Cláudia Cruz e Sergio Moro
Cláudia Cruz e Sergio Moro (Foto: Giuliana Miranda)

247 - A mulher do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB), Cláudia Cruz, pediu ao juiz Sérgio Moro que ouça mais uma vez o seu marido, desta vez na ação penal em que ela própria é ré. A solicitação foi feita na sexta-feira, 10, três dias após o peemedebista depor ao juiz da Lava Jato e afirmar que Michel Temer (PMDB) participou, em 2007, de uma reunião com a bancada do PMDB para discutir as indicações do partido para diretorias da Petrobrás.  A defesa de Cláudia argumenta que o depoimento de Cunha, que durou cerca de 3h na terça-feira, 7, ‘trouxe à baila fatos que interessam diretamente à defesa da sra. Cláudia, motivo pelo qual se faz imperiosa a sua inquirição na presente ação penal’.

As informações são de reportagem no Estado de S.Paulo.

"Cabe ao juiz Moro decidir se acata ou não o pedido.

O pedido foi encaminhado no mesmo dia em que Moro negou o recurso da defesa de Cunha solicitando a soltura do peemedebista.

A solicitação de Cláudia ocorre já depois de terem sido ouvidas as testemunhas de defesa e de acusação e ela própria ter sido interrogada por Moro na ação penal em que é ré acusada de lavar dinheiro de propina do ex-deputado por meio de contas secretas mantidas no exterior.

Atualmente, Moro aguarda ainda o retorno dos pedidos de colaboração para ouvir testemunhas que a mulher de Cunha arrolou no exterior."

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247