Na contramão do arrocho, Temer gasta R$ 5,6 mi em cartões corporativos

Na contramão do arrocho oficial, o governo Michel temer gastou, apenas entre janeiro e junho deste ano, mais de R$ 20 milhões por meio dos cartões corporativos; nesta linha, a Presidência da República é quem lidera a lista dos maiores usuários de cartões corporativos, com R$ 5,6 milhões em gastos no período, sendo que cerca de R$ 2 milhões são protegidos sob sigilo por alegações de "garantia da segurança da sociedade e do Estado"

Na contramão do arrocho oficial, o governo Michel temer gastou, apenas entre janeiro e junho deste ano, mais de R$ 20 milhões por meio dos cartões corporativos; nesta linha, a Presidência da República é quem lidera a lista dos maiores usuários de cartões corporativos, com R$ 5,6 milhões em gastos no período, sendo que cerca de R$ 2 milhões são protegidos sob sigilo por alegações de "garantia da segurança da sociedade e do Estado"
Na contramão do arrocho oficial, o governo Michel temer gastou, apenas entre janeiro e junho deste ano, mais de R$ 20 milhões por meio dos cartões corporativos; nesta linha, a Presidência da República é quem lidera a lista dos maiores usuários de cartões corporativos, com R$ 5,6 milhões em gastos no período, sendo que cerca de R$ 2 milhões são protegidos sob sigilo por alegações de "garantia da segurança da sociedade e do Estado" (Foto: Paulo Emílio)

247 - Na contramão do arrocho oficial, o governo Michel temer gastou, apenas entre janeiro e junho deste ano, mais de R$ 20 milhões por meio dos cartões corporativos. No ano passado, este tipo de gasto, que também possibilita saques em dinheiro, chegou a R$ 52 milhões. Nesta linha, a Presidência da República é quem lidera a lista dos maiores usuários de cartões corporativos, com R$ 5,6 milhões em gastos no período.

Do valor total gasto pela Presidência por meio de cartões corporativos, cerca de R$ 2 milhões são protegidos sob sigilo por alegações de "garantia da segurança da sociedade e do Estado". A Agência Brasileira de Inteligência (Abin)m que já gastou quase R$ 3 milhões com cartões corporativos, também tem seus gastos protegidos sob sigilo, diz a coluna Esplanada.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247