Na GloboNews, Osmar Terra prega o fim do isolamento social; Mandetta não esconde a indignação

Em debate com o ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Humberto Costa, o deputado federal Osmar Terra afirmou que o isolamento social não tem eficácia no combate ao coronavírus, contrariando a OMS

Ana Flor, Luiz Henrique Mandetta, Humberto Costa e Osmar Terra
Ana Flor, Luiz Henrique Mandetta, Humberto Costa e Osmar Terra (Foto: Reprodução/Globonews)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em debate promovido pela GloboNews neste sábado (9) entre os ex-ministros da Saúde Luiz Henrique Mandetta e Humberto Costa, o deputado federal Osmar Terra pregou pelo fim do isolamento social, seguindo a cartilha de Jair Bolsonaro.

Ele afirmou que a "quarentena" não tem eficácia, contrariando as orientações da Organização Mundial da Saúde. “É preciso acalmar a população, ela sabe decidir se for bem informada. Depois que a epidemia está circulando, trancar as pessoas em casa é um erro. Fique em casa, fique em casa, fique em casa. Isso não tem. 10 mil mortos com essa quarentena. Não tem resultado isso. E não seria pior se não tivesse”, disse.

Mandetta não conseguiu esconder sua indignação com as falas de Terra, levando as mãos ao rosto por várias vezes. “Quem coloca os fatos de forma mais dura, todos os dias, é o vírus. Nós vamos ter que passar por isso. Isso não é nenhum prazer passar por isso. Isso é terrível. Enquanto a gente tiver imprensa livre mostrando os fatos, os fatos vão falar por si”, falou Mandetta.

A GloboNews foi criticada por internautas por ter dado espaço a Osmar Terra. Quando se coloca Mandetta e Humberto Costa para debater já há contraponto suficiente, há uma divergência ideológica ali, mas o debate se dá num nível racional. A Globo News ao incluir Osmar Terra prejudica o debate porque sua fala é negacionista, baseada em achismo e fake news”, escreveu um deles.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247